En

Contacte-nos

4 passos para tornar o seu perfil de LinkedIn mais apelativo

Gestão de redes sociais | 9 Junho 2017 | Miguel Menaia

LinkedIn é uma ferramenta essencial para os indivíduos e para as empresas que procuram criar novas conexões, gerar leads e construir uma identidade de marca. Esta plataforma é importante para praticamente todas as áreas de negócio, mas é sobretudo relevante para as empresas que fazem marketing Bussiness-to-Bussiness (B2B) .

Ao longo da última década, esta rede social do mundo dos negócios tornou-se indissociável das ferramentas de marketing de uma empresa e da sua estratégia digital. Funciona maioritariamente como uma ponte entre as marcas (que divulgam o seu negócio e algumas eventuais oportunidades de emprego) e os trabalhadores (que disponibilizam nos seus perfis as suas capacidades técnicas, o seu percurso académico e o seu Curriculum Vitae), mas pode também ser explorada enquanto veículo de comunicação de um serviço a outra empresa.

O LinkedIn conta actualmente com 450 milhões de membros (número este que tem crescido bastante ao longo dos últimos anos, como pode ser visto aqui), e foi adquirido em 2016 pela Microsoft por 26.2 mil milhões de dólares.

Neste artigo, partilhamos com os leitores 4 dicas que poderão ajudar a ter um perfil de Linkedin mais apelativo. Pequenos pormenores – que, quando somados, fazem a diferença – foram abordados neste texto.

1. Crie um resumo que reflicta o seu valor

Antes de comunicar com as suas conexões (e de as converter em possíveis seguidores ou clientes), o seu Linkedin tem que ter o posicionamento certo.  Nesse sentido, os membros da sua rede necessitam de saber os seus pontos fortes e sua experiência, de maneira a, mais tarde, quererem contactar a sua empresa ou marca.

Por isso mesmo, optimizar o Linkedin com um statement acerca do que fazemos é uma boa prática. Não só elucida os utilizadores – que percebem, ao ler a sua sinopse, aquilo que já alcançou a nível profissional – como abre caminho para aumentar a sua credibilidade.

No final do resumo, e depois de enfatizarmos as nossas qualidades profissionais, afigura-se importante ter um call-to-action. A título de exemplo, podemos terminar o resumo deixando um e-mail, um website ou um número de telefone para o qual os seguidores devem contactar, no caso de pretenderem os nossos serviços.

Com um resumo de perfil bem desenvolvido, as conexões na sua plataforma estarão mais informadas sobre si, o que facilmente trará resultados.

2. Partilhe conteúdo relevante

Quando partilhamos conteúdo no Linkedin, devemos optar sempre por partilhar assuntos que conhecemos bem. Ao estarmos-nos a focar na nossa indústria, mais conexões relevantes teremos, pelo que podemos partilhar, nesta plataforma, dois tipos de conteúdo: aquele que é da nossa autoria, e aquele da autoria de terceiros.

O conteúdo que escrevemos, e que posteriormente é publicado no Linkedin Publisher, demonstra, por si só, que somos experts na nossa área de negócio. As conexões da plataforma entenderão, assim, que sabemos do que estamos a falar.

No que diz respeito a conteúdo desenvolvido por terceiros, devemos ter sempre subjacente, também, uma opinião ou um ponto de vista sobre o que estamos a publicar.

Independentemente da estratégia que escolhemos, estas partilhas mantém-se relevantes no feed, e idealmente serão lidas pelo target.

3. Customize as suas conversas para aumentar o outreach 

Depois te possuir um perfil optimizado e de ter publicado vários conteúdos que validam a sua experiência na área, está pronto a comunicar com as suas conexões, tentando convertê-las em possíveis clientes. Inicialmente, esta abordagem pode ser desafiante, mas para ajudá-lo, a plataforma Linkedin introduziu, em Dezembro de 2016, a funcionalidade Conversation Staters, que nada mais são do que guiões que ajudam a passar uma mensagem.

Deveremos optar, nesse sentido, por utilizar o guião apenas como uma base, já que a mensagem tem que ser personalizada conforme o conhecimento que temos sobre o utilizador.

4. Monitorize as notificações

No geral, as pessoas gostam de ser congratuladas e reconhecidas profissionalmente. A pensar nisso mesmo, o Linkedin notifica-nos quando alguém se encontra num emprego novo ou quando celebra alguma data importante – tudo ocasiões que são perfeitas para comunicar com pessoas.

Desse modo, devemos activar as notificações e enviar uma mensagem personalizada de parabéns a quem conquistou mais um ponto importante na carreira. Aconselhamos, contudo, algum cuidado nesta abordagem, para não sermos demasiado invasivos. Uma boa estratégia passa por criar um call-to-action ao estarmos a congratular o utilizador, sem perder o tom profissional e cortês.

Através destas técnicas, conseguimos potenciar o nosso Linkedin, a maior plataforma profissional do mundo digital. Os resultados não são 100% garantidos, na medida em que as redes sociais são voláteis, mas estas boas práticas afiguram-se essenciais para qualquer marketer ou empreendedor.

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário