En

Contacte-nos

8 passos para fazer crescer o seu perfil de Instagram de forma orgânica

Gestão de redes sociais | 20 Dezembro 2016 | Miguel Menaia

Com cerca de 600 milhões de utilizadores activos, o Instagram é a segunda rede social mais mediática do mundo. Por isso mesmo, fazer crescer a conta de uma marca de forma orgânica é um grande desafio para marketers, sobretudo pelo volume de conteúdo que aqui é partilhado diariamente. Estima-se que 70 milhões de fotografias são colocadas todos os dias nesta rede social. Conseguir parar o scroll infinito dos utilizadores para passar uma mensagem eficaz é, portanto, uma preocupação e objectivo.

E se já aqui falámos sobre como criar conteúdo apelativo, é igualmente importante ter tácticas que disseminem os posts, chegando ao máximo de pessoas no nosso segmento.

Para começar, devemos publicar com frequência, sendo a consistência o primeiro passo para o sucesso.  À medida que essa consistência se estabelece, é provável que surjam alguns comentários de seguidores e de outras marcas relacionadas com a nossa área de negócio. Responder a esse tipo de interações com comentários apelativos – ao contrário de comentários genéricos e inócuos – suscitará a curiosidade de quem segue. E tendo em conta que o Instagram permitiu recentemente gostar dos comentários na rede social, não há desculpa para ignorar esse tipo de táctica.

Aqui ficam oito dicas em detalhe.

1. Ganhar seguidores através de cross-promotions

As marcas que hoje em dia estão no Instagram, habitualmente também possuem outros canais onde distribuem o seu conteúdo. Nesse sentido, pode-se, por exemplo, tirar um screenshot ao perfil e partilhá-lo noutras redes sociais como o Facebook, o Twitter ou o Snapchat. Divulgar os vários canais nos restantes (isto é, fazer cross-promotions) é sinónimo de coerência.

Apesar de cada rede social ter uma linguagem específica, através da cross-promotion consegue-se alcançar várias audiências, redireccionando o tráfego para outros canais.

2. Adicionar emojis para aumentar a probabilidade de descoberta

Segundo o diretor de software da Apple (Craig Federighi), as palavras escritas terão cada vez menos importância no futuro, com os emojis a ocuparem um papel preponderante no mundo digital. O uso desta nova linguagem cresceu 35% em quatro anos, o que é um bom presságio para estes símbolos usados em mensagens electrónicas e páginas web. O próprio Instagram refere que 50% de todas as descrições efectuadas nas fotografias ali publicadas têm, pelo menos, um ou dois emojis.

Tal como as hashtags, os emojis são bastante importantes para aumentar a probabilidade de descoberta no Instagram, uma vez que são pesquisáveis. Assim, um fotógrafo que inclua uma câmera fotográfica ????  na sua biografia, por exemplo, pode ser facilmente encontrado por alguém que procure pelo mesmo pictograma na rede social.

3. Publicar conteúdo que garanta familiaridade

Semelhante a uma espécie de revista digital do quotidiano, o Instagram pode ser utilizado sempre da mesma maneira para garantir identidade. Imagens com o mesmo corte, com o mesmo filtro ou posts sempre com uma uma cor/assunto predominante conferem familiaridade à marca – o que leva a que o seguidor a identifique rapidamente enquanto faz scroll.

4. Adicionar hashtags para ganhar tração

No ponto dois deste artigo fizemos menção à importância das hashtags, mas não a menção merecida.

As hashtags certas podem expor o nosso conteúdo a um target muito mais alargado do que o já alcançado. Por norma, as interações nesta rede social são maiores em posts com 11 ou mais palavras-chave, segundo o Hootsuite. Contudo, aconselhamos a que se indexem apenas os termos associados à área de negócio em questão. Muitas hashtags num post talvez tenham o efeito contrário ao de impulsionar a marca, causando ruído visual.

Sites como o Hashtagify ou o Tagboard são interessantes para procurar hashtags relacionadas com determinado sector ou negócio.

5. Perceber as preferências da audiência

O constante tracking do conteúdo publicado afigura-se muito importante, na medida em que ajuda a compreender os interesses dos seguidores. Ajustar o conteúdo com base nas publicações que tiveram mais engagement (likes, comentários e partilhas) é, por isso, sensato.

6.  Criar passatempos para atrair novos seguidores

Quando se cria um passatempo com um prémio que está directamente relacionado com aquilo que a marca representa, quando todo o conceito criado à volta do concurso é apelativo ao utilizador, o que se pretende é ligar a pessoa à marca. E para isso pede-se ao participante que “siga” a página na qual está a decorrer o passatempo, o que garante um boost de likes orgânico.

Os concursos permitem receber conteúdo gerado por utilizadores, eventualmente poderão aumentar a mailing list, estender o alcance da comunicação, entre outras vantagens.

7. Ter uma bio que clarifique o propósito da empresa

Pode parecer uma regra simples numa estratégia de marketing, mas algumas marcas não se preocupam muito com a bio do Instagram – isto é, com a descrição que aparece no perfil -, deixando-a para segundo plano. Ora, descrever o negócio em apenas 150 caracteres é muito importante, porque informa os seguidores e faz com estes captem, de forma muito focada, o tipo de comunicação e conteúdos ali publicados.  Para mais informações sobre como escrever uma bio eficaz e apelativa, aconselhamos este artigo do Sprout Social.

8. Criar conteúdo gráfico para chegar a novos utilizadores através de partilhas

Citações ou infografias que tenham algum significado para a audiência garantem, habitualmente, muitas partilhas para uma marca. Assim, aconselhamos a que se desenvolva um conteúdo uniformizado e minimalista (a natureza visual desta rede e a sua predisposição para o mobile assim o recomendam) para tentar alargar e conquistar os seguidores.
Sendo o retorno o social reach, a marca poderá escolher tópicos que elevem os valores do negócio, factos interessante sobre a empresa, sobre os seus trabalhadores e demais temas relacionados.
Enquanto que, por uma questão de algoritmo, ganhar seguidores noutras plataformas pode ser uma tarefa difícil, no Instagram é possível ter um “following” vasto, de qualidade e altamente fidelizado. Tornar uma audiência pouco expressiva numa audiência que interage constantemente com as publicações é, por isso mesmo, o desafio principal no Instagram.

Partilhar:

1 Comentário

  1. Diário De Um Ambicioso diz:

    Bom post! Obrigado pela partilha. 🙂

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário