En

Contacte-nos

A Super Bowl e a publicidade

Notícias | 4 Fevereiro 2019 | Jesse Viana

A Super Bowl um dos acontecimentos de entretenimento mais marcantes para os americanos – não só declara a equipa vencedora da National Football League (NFL) desse ano; como é um espetáculo completo por si só, e até destronou a Netflix no que às audiências de Domingo diz respeito. E não é só importante pelo desporto: é ainda mais importante pelo espaço publicitário.

Este ano celebrou-se a quinquagésima terceira (53ª) edição e, como tem acontecido ao longo dos anos, grandes marcas competem entre si para o galardão de melhor spot publicitário a passar nos intervalos do evento. A melhor coisa nisto? É que nós, espectadores, queremos (efetivamente) ver estes anúncios. Desde gigantes das bebidas (como a Pepsi ou a Budweiser) ou de comida, a marcas de automóveis (como a KIA ou a Audi), a séries e filmes. Há espaço para tudo, e para todos.

E não é para menos: por cada anúncio, a CBS (canal televisivo que transmite as quatro horas deste evento) cobra à volta de cinco milhões de dólares por trinta segundos de filme. Enquanto que para alguns este tempo de antena é um bom investimento, para outros nem por isso – geram burburinho nas redes sociais, mas não inspiram os consumidores a comprar o produto. Neste artigo, Dan Granger, o CEO da agência Oxford Road, de Los Angeles, explica e exemplifica o que é um bom (ou um mau) anúncio no Big Game (referente a 2018). Por falar nisso… sabiam que, legalmente, as marcas não se podem referir à competição como “Super Bowl”É uma marca registada pela própria NFL. Bem, mas continuando… reunimos aqui alguns dos muitos anúncios que passaram na edição deste ano, que teve lugar ontem, Domingo, dia 3 de Fevereiro de 2019.

Hulu e Handmaid’s Tale


Trailer para a terceira season, uma recriação do anúncio político feito por Ronald Reagan, em 1984. June, a personagem principal, urge aos espectadores: “Wake up, America. Morning’s over.”

Toy Story 4


O super aguardado novo capítulo do filme da Pixar, no qual se seguem as aventuras dos brinquedos Buzz Lightyear, Woody, Bo Peep, entre outros personagens – desta vez, numa feira popular. Chega aos cinemas em Junho de 2019.

Bud Light x Game of Thrones


A mascote da Bud Light é abalroada por uma personagem misteriosa… que é, nada mais, nada menos, do que o The Mountain, de Game of Thrones. Basicamente, assim se promoveu (também) a última temporada da série.

Stella Artois


Bem, aqui vemos o Deus do chill – sim, o próprio do THE DUDE – a beber uma cerveja (já é logo um “como assim?!” gigante, já que a sua bebida característica é o White Russian) com… Carrie Bradshaw, da série Sexo e a Cidade. Wait, what?!

Amazon


Várias personalidades, desde Harrison Ford a Abbi Jacobson e Ilana Glazer (Broad City), a experimentar artigos que nunca chegaram a ser comercializados.

Washington Post


Com voz-off de Tom Hanks, pretendem alertar para os perigos que os jornalistas enfrentam no seu trabalho, assim como para a importância da profissão, em tempos tão agitados.

Pringles 


Nem todos conseguem saborear as Pringles, especialmente um device de Inteligência Artificial. No que é que resulta? Numa crise existencial. Ah, e… será isto um crossover camuflado com a Amazon? Para mais exemplos de tecnolgia e de robots, vão aqui.

Doritos


A sério, mas que salganhada vem a ser esta? Chance The Rapper, Doritos, Backstreet Boys? Tudo é possível, e parece que a nostalgia reinou esta edição.

Budweiser


A marca de cervejas é agora de produção eólica… boa escolha de música, hein?

Pepsi


“Pode ser Pepsi”? Cardi B, Steve Carrell, ou Lil Jon respondem: é mais do que OKokurrrr?

Bumble


Bumble é uma dating app na qual as mulheres são o primeiro passo na conversa. Conta com uma mensagem da tenista Serena Williams, e foi produzido por uma equipa totalmente no feminino. E há mais como este: os anúncios, este ano, tiveram uma forte componente feminina.

Expensify


2 Chainz Adam Scott? YAS, PLEASE! Nunca uma app de gestão financeira teve tanta graça.

Burger King


Sim… é só o Andy Warhol a apreciar um Whooper. Or… is it?

Microsoft


De que forma é que a tecnologia dá poder às pessoas?

M&M’s


Uma ida à mercearia que corre mal… mas que, como sempre, tem imensa piada. Já sabemos o que esta casa dos M&M’s gasta, não é?

Google


A mensagem é a seguinte: embora as palavras nos magoem, e nos separem, as palavras mais pesquisadas são “I Love You“, “How Are You” e “Thank You“. Um dos anúncios mais calorosos da noite.

Bom, já temos aqui uma bela amostra. Os anúncios foram menos políticos, as atuações não impressionaram (mesmo com o Sponge Bob a apresentar o Travis Scott), os robots tiveram muito tempo de antena, e a opinião geral (pelo que fomos vendo ao longo do dia) é a de que, este ano, a Super Bowl não impressionou. Se quiserem ver mais anúncios, estão todos aqui.

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário