En

Contacte-nos

Como encontrar a estética perfeita para o Instagram?

Gestão de redes sociais | 15 Junho 2018 | Jesse Viana

No artigo anterior (Consistência visual do perfil de Instagram), explicamos a importância de um feed coerente e consistente, organizado, limpo e com a personalidade que se enquadre contigo (ou com a tua marca). Existem várias formas de o organizar, e é aqui que a estética entra em ação – mas o que é isto, então, e como podes encontrar a que melhor reflete a mensagem que queres transmitir a quem te segue?

É normal que se confunda estética com tema, mas não são a mesma coisa.
A primeira é o overall mood que reflete o tom e a personalidade da tua página, ou seja, várias fotos/conteúdos que têm uma vibe comum, e que devem ser muito bem curados e pensados, uniformes e coesos.
Já o segundo tem que ver com os tipos de feed pelas quais organizas o teu perfil: minimalista, forte e colorido, monocromático, cores pastel… já deu para entender, não é?

Para que consigas definir, então, o teu mood, pensa na voz e na mensagem que pretendes passar. Pergunta a ti mesmo: que adjetivos usarias para descrever a tua marca? Queres ser inspirador, positivo, moody, misterioso, aventureiro…?
É importante conhecer bem a tua audiência, e para que possas chegar até ela da melhor forma, e pesquisa aquilo que resulta noutras redes e na concorrência. Aproveita que estás aí, e toma nota das contas que mais te inspiram, é muito importante para que possas inovar. Não é para as copiares, claro, mas sim para que possas ver mais além.

Podes, também, criar um Guia de Estilo (sempre consistente, não te esqueças!) para te ajudar a manter a tua identidade gráfica e o teu estilo.
Por exemplo, anota num caderninho os seguintes pontos: tipo de conteúdos que queres e que não queres, onde editar as tuas fotos e que filtros usar, os teus color codes e as fontes que vais querer utilizar como texto, que hashtags queres usar, etc. Ter isto tudo organizado vai ajudar-te a poupar tempo e facilita o planeamento dos conteúdos. Lembra-te: vê sempre o teu feed como um todo, é mais fácil para não quebrar o mood.

Dica: preocupa-te em usar boas fontes, ilustrações, algo que vá distinguir o teu perfil e que te seja próprio (isto é ainda mais importante se tiveres uma marca). Este exemplo da McDonalds de Singapura é perfeito – conjuga produto com ilustração, tornando os conteúdos muito mais divertidos e os produtos mais apetitosos. Já estão a salivar?

É todo este cuidado e este planeamento que te vai atrair followers e que te trará mais engagement, assim como vai maximizar o potencial social da tua página e optimizar a tua marca. Dá identidade e comunica quem és.
Mas cuidado: pode tornar-se numa obsessão e perder o interesse, obstruir novidades e tornar-se numa dor de cabeça. Não queremos isso.
Tenta sempre não limitar os conteúdos e usar tudo aquilo que descreve o universo da marca, dar espaço às imagens e variedade aquilo que publicas. É com isto que vais chegar às pessoas – não só aos consumidores como, potencialmente, quem queira fazer negócio contigo. É o teu business card.


Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário