En

Contacte-nos

Dicas para otimizar vídeos nas várias redes

Comunicação Digital, Sites & apps | 10 Outubro 2018 | Jesse Viana

A popularidade do vídeo tem vindo a aumentar, sendo mesmo a tendência de 2018 e a grande estrela de 2019. Os utilizadores passam cerca de um terço do seu tempo a ver vídeos nos diferentes canais – Facebook, Instagram, YouTube, Twitter e agora também no LinkedIn. Só no Facebook, já se chega aos 500 milhões de visualizações.

E está aqui para ficar. E, por isso mesmo, deverias investir neles e utilizá-los para potenciar o teu negócio, a tua marca, a tua página ou o teu site. Claro que produzir vídeos não é tarefa fácil (sobretudo, se quiseres qualidade), e pode ser uma sobrecarga no orçamento, quer contrates alguém dentro da tua equipa ou uma agência especializada, e deverá ser rentabilizado.

Com estas dicas, adaptadas à rede em questão, pretendemos ajudar-te a encontrar uma forma de o fazeres.

Facebook

Tem vindo a dar boost ao seu novo competidor ao YouTube, o Facebook Watch – o qual permite que os utilizadores vejam conteúdo em vídeo criado pelos publicitários, por Páginas ou até mesmo por amigos; assim como também tem feito avanços no sentido de melhorar a sua versão Stories, igualmente virada para o vídeo.

De entre conteúdo nativo, stories e diretos, poderá ser difícil (e até mesmo confuso) escolher qual o melhor e mais vantajoso. Ficam aqui algumas dicas:

  • Publica os vídeos diretamente para o Facebook.

Ao serem diretamente publicados, e não através de links externos (por exemplo, do YouTube ou do Vimeo), têm oito vezes mais comentários e 168% mais interação.

  • Usa descrições.

Bem sabemos que a malta está sempre a ver o que se passa no Facebook, até quando trabalha, ou quando está em público. E é por este motivo que mais de 85% das pessoas tem os seus vídeos em silêncio.

Otimiza o teu conteúdo em vídeo para que seja facilmente visto em mute, através do uso de legendas, gráficos e animações explicativas. Assim, poderás comunicar silenciosamente e passar a tua mensagem.

  • Faz diretos.

Cerca de 82% das pessoas prefere live-streams a ter que ler publicações mais básicas. Esta é uma excelente ferramenta para, por exemplo, mostrar um evento que esteja a acontecer e para chamar a atenção (sempre que fazes um direto, a tua audiência é notificada).

Instagram

Aqui, o que importa é ter conteúdo visual que consiga cativar quem está a ver, e também que se destaque. O tempo limite para vídeo é de 60 segundos, o que exige que se pense um bocadinho melhor naquilo que se vai publicar.

  • Vídeos quadrados.

Regra transversal a todas as redes: formato quadrado funciona melhor do que formato horizontal. No caso das Stories, como se tem vindo a comprovar, reina o formato vertical.

  • Gráficos e animações cativantes.

Um minuto passa a correr, por isso cada segundo conta. Conteúdos gráficos mais ousados e criativos conseguirão informar e captar a atenção com mais sucesso.

  • Usa e abusa das Stories e dos Diretos

Com 400 milhões de utilizadores ativos por dia, é uma excelente forma de mostrar o dia-a-dia da tua empresa, assim como de interagir diretamente, e em direto, com a audiência (aqui, também se é notificado).

Twitter 

Os vídeos resultam muito bem aqui, recebendo até mais retweets do que fotografias. Ora então:

  • Vídeos nativos têm mais reach.

Tal como acontece no Facebook, o algoritmo valoriza muito mais conteúdo publicado diretamente do que ligações externas. Além disso, o auto-play poderá fazer com que seja mais provável as pessoas ficarem a ver e interagir com o vídeo.

  • Vídeos curtos, tal e qual os tweets.

O que se procura nesta rede é informação rápida e acessível, num curto espaço de tempo. E nos vídeos é exatamente igual, por isso recomendamos que tenham o máximo de 45 segundos e que se foque a atenção nos primeiros três.

LinekdIn

Apesar desta rede profissional ter sido a mais recente a chegar ao vídeo, está a ter resultados: primeiro, chegou apenas ao utilizadores, e agora, chega também às páginas de negócio.
Ao contrário das outras redes, aqui deve manter-se um tom profissional e educativo, pois a audiência é mais ocupada, tendo mais dificuldade em agarrar a sua atenção se acharem que a publicação é banal.

  • Deixa-te de discurso de vendas.

O que se quer é expandir a rede de contatos, assim como estar a par de tudo aquilo que seja relevante para a área. Usa esta plataforma para partilhar conhecimento, para dar opinião sobre um determinado tópico que domines ou para customer service.

  • Menos de dois minutos.

Sim, na verdade tens até dez minutos de antena, mas abrevia: 53% das pessoas prefere vídeos de 90 segundos.

  • Legendas!

Tal como no Facebook, aqui também muitos dos usuários veem os vídeos em silêncio. As legendas são uma ótima forma de passar a mensagem sem ter que ligar o som.

Os vídeos nas redes sociais são uma ferramenta incrível para interagir com a audiência, mas engane-se quem acha que é igual para todas as redes. Cada uma merece a sua atenção, por isso aproveita estas dicas para otimizar os teus vídeos nas diferentes plataformas e, assim, conseguires passar a tua mensagem. Com alguma criatividade tudo é possível, agora só falta dar o próximo passo para adicionar o vídeo à tua comunicação.

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário