Gestão Redes Sociais

Criação de Marca

Desenvolvimento de Website

Criação de Conteúdos

En

Contacte-nos

Dia da Mulher: Elas merecem as melhores campanhas

Comunicação Digital | 22 Março 2018 | Priscila Pires

Se dizem que o Dia da Mulher pode ser celebrado todos os dias, o timing deste artigo não está nada atrasado.

Dia internacional dos descontos-em-cremes-e-maquilhagem, ou Dia Internacional da Mulher?

A cantiga parece velha, mas ainda há quem se encoste ao que é mais confortável e bonito de se ver.

Tendo em conta os vários momentos atribulados que se observam ultimamente na sociedade, é óbvio que assuntos como desigualdade salarial, crimes e violência contra a mulher, assédio e abuso sexual, são, literalmente, as Women in the Room.

É difícil ficar absolutamente indiferente ao que há para celebrar: menos aproveitamento deste dia para lucrar e mais “lucro” para a defesa dos direitos das mulheres, por favor.

Aqui vão alguns exemplos (a ordem das escolhas não é qualitativa).

“Até à Igualdade”, Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CiG)

A campanha da CiG deste ano consistiu no lançamento de vários vídeos que recorrem a situações enfrentadas pelas mulheres no dia a dia, seja assédio no local de trabalho, desigualdade salarial, tarefas domésticas, entre outros.

“Parece impossível, mas os números continuam a não bater certo” é o mote para lançar dados estatísticos num contexto fictício, mas com que muitas mulheres se identificam na realidade.

Os restantes vídeos podem ser vistos aqui.

Associação de Mulheres Contra a Violência (AMCV)

O trabalho é da Fuel Lisboa, e deixa-nos imediatamente arrepiados não só com as letras garrafais que assinalam o Dia da Mulher, mas acima de tudo com a verdade e nada mais do que a verdade que percorre o resto da image. “Simplicity is key”, diz-se por aí em algum site de citações. De facto, esta campanha mereceu a dita chave para entrar o Top International Womens Day Ads.

A colaboração entre a agência e a associação não é recente: a campanha “Violência de Género” é prova disso e chegou a integrar a shortlist do festival de Cannes.

Finansforbundet

Campanha criada pela Morgenstern para a Finansforbundet, um sindicato laboral norueguês no sector financeiro.

Curiosamente, a Noruega é um dos país mais straight-forward no que diz respeito a igual de género. Mesmo assim, as mulheres que trabalham no sector financeiro recebem menos 20% que os seus colegas masculinos. Se as crianças perceberam tão bem o quão ilógico e injusto isto é, por que é que os adultos não fazem o mesmo?

 

Vodafone

Com criatividade a cargo da agência Santo, e novamente recorrendo a crianças, mais uma campanha que deixa as perguntas no sítio certo e abre portas para um futuro realmente incrível, como a marca promete.

 

“The Mac Percent”, McDonald’s Porto Rico

Se o final não fosse o que se vê nesta campanha, e eu fosse uma das “vítimas”, não sei se pessoalmente iria achar muita piada. E ainda bem por isso.

Criatividade da agência TBWA, igualdade laboral no McDonald’s, fome de Priscila Pires.

IndiGo Airlines

Com criatividade da agência Wieden + Kennedy, esta campanha toma uma abordagem fresca no conceito.

No Dia da Mulher, o que celebramos? E quando? Esta é a resposta da companhia aérea indiana.

 

 

Women vs. the glass ceiling, Hiscox

In case of emergency… Learn with Women.

Um bom exemplo de como uma campanha de datas festivas pode e deve ir além da criatividade óbvia que é celebrar apenas o dia em si, mas relacionar o momento com a marca. Criatividade da Gyro para a seguradora Hiscox.

#NONC’ESTNON, Stop Harcèlement de Rue Paye/Ta Shnek/Les Effronté.es

As várias organizações francesas acima mencionadas lançaram uma campanha durante os dias 7 e 8 de Março, que consistia num anúncio pop-up intrusivo. Uma boa jogada com vários parceiros dos media que coloca os homens no papel inverso, e lança um importante call to action.

O trabalho é da Ogilvy Paris.

 

Smashing Stereotypes, SKODA

A agência Boys and Girls foi a responsável pela campanha da SKODA na Irlanda.

Simply clever é saber estacionar bem, enquanto se destroem estereótipos.

O foco deste artigo não é só o Dia da Mulher em si. É um convite para que as marcas e marketeers aproveitem a dimensão do palco e público que lhes é dada, para falar de assuntos que não cabem lá. Até ao próximo 8 de Março.

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

O mundo digital tem tanto de complexo como de interessante, mas não te preocupes que estamos cá para te guiar.
Descobre os nossos serviços de gestão de redes sociais.

Saber Mais

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário