Gestão Redes Sociais

Criação de Marca

Desenvolvimento de Website

Criação de Conteúdos

En

Contacte-nos

Facebook Watch: mais do que uma nova plataforma, o triunfo da produção audiovisual

Comunicação Digital | 11 Agosto 2017 | Miguel Menaia

O Facebook tem uma nova casa para os conteúdos de vídeo produzidos exclusivamente por parceiros. A plataforma “Watch” encontra-se, a partir de hoje, nos telemóveis e tablets de um pequeno grupo de utilizadores Norte-Americanos. Estes early adopters terão acesso à nova funcionalidade da rede social de Mark Zuckerberg, que contém recomendações personalizadas de Lives publicados na rede e que integra diversas categorias (“Most Talked About,” “What’s Making People Laugh” and “Shows Your Friends Are Watching”, por exemplo). A monetização do Watch provém de anúncios, sendo que 45% da receita reverte a favor do Facebook e 55% a favor dos produtores de conteúdo.

Ao criar conteúdo original e diversificado, o Facebook prevê aumentar as suas receitas publicitárias, dando aos utilizadores vídeos que não encontram noutro lado a não ser no News Feed. Para além disso, os fãs de determinado conteúdo poderão estar conectados com outros fãs através de uma ferramenta, dentro da plataforma, que liga programas a grupos específicos.

Antes de se expandir globalmente, o Facebook planeia ter esta nova plataforma a funcionar a 100% nos EUA. “Nós queremos que qualquer publisher/criador de conteúdo fique interessado em criar o seu próprio programa num futuro próximo“, salienta um funcionário da rede social ao TechCrunch. “Se tudo correr bem, existirão centenas de programas [no Watch]”, remata.

Como serão os primeiros programas “made in Facebook”

Daniel Danker, Director de Vídeo da rede social, refere que cada vez mais pessoas acedem ao Facebook para assistir a conteúdo audiovisual. Nesse sentido, é natural existir um espaço na plataforma que ajude os utilizadores a encontrar aquilo que querem ver. Isso facilitará, também, aproximação com os criadores de conteúdo.

Eis alguns programas que irão estar disponíveis nesta primeira versão do Facebook Watch:

  • Tastemade: Kitchen Little – Um programa de culinária onde crianças assistem a vídeos de receitas, e onde posteriormente as tentam replicar com a ajuda de um chef reconhecido;
  • Major League Baseball – A liga de Baseball Norte-Americana terá, pelo menos uma vez por semana, um jogo a ser transmitido em directo no Facebook;
  • Billboard’s “How it Went Down” – Um série documental sobre músicos (músicos esses que irão partilhar as suas histórias mais incríveis);
  • National Geographic: “We’re Wired that Way:” – Pequenos documentários sobre particularidades curiosas inerentes ao ser humano;
  • NASA’s “Science @ NASA” – Episódios de cinco minutos sobre temas relacionados com a Ciência.

A propósito do Watch, Mark Zuckerberg escreveu que “assistir a um programa não tem que ser algo passivo“. Desse modo, com esta nova plataforma, os utilizadores poderão comentar o que estão a assistir, bem como juntar-se, posteriormente, a comunidades de interesse.

Numa nota curiosa, os publishers iniciais (muitos dos quais estão referidos acima) poderão escolher mostrar o programa completamente de borla aos seus seguidores, ou inserir anúncios nos seus “intervalos”. Mas essa liberdade não acaba aqui, uma vez que a rede social não impõe limites criativos aos seus parceiros (ainda que conteúdos sexualmente explícitos ou violentos sejam banidos automaticamente).

Se ganhar o devido reconhecimento, o Facebook Watch irá ser bastante positivo para a rede social a nível monetário, e mais uma alternativa à tradicional televisão ou ao YouTube, a maior plataforma digital de audovisual do mundo. Ainda que não seja certo, fala-se na possibilidade, também, do Facebook criar conteúdo mais denso (como séries ou filmes). Com 2.01 mil milhões, parece-nos que faz todo o sentido, e que a rede social tentará, assim, dominar grande parte da internet.

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

O mundo digital tem tanto de complexo como de interessante, mas não te preocupes que estamos cá para te guiar.
Descobre os nossos serviços de gestão de redes sociais.

Saber Mais

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário