Gestão Redes Sociais

Criação de Marca

Desenvolvimento de Website

Criação de Conteúdos

En

Contacte-nos

A importância do Facebook Creator para os influencers

Comunicação Digital | 24 Novembro 2017 | Miguel Menaia

Facebook Creator é a mais recente plataforma do Facebook para os criadores de conteúdo, especialmente para todos aqueles que produzem vídeo com regularidade. A plataforma posiciona-se como concorrente do YouTube, e nela podemos gerir postsresponder às mensagens do Messenger e aos comentários no Instagram, e ver as últimas estatísticas.

Esta aplicação, que para já se encontra disponível apenas para dispositivos iOS, pretende ajudar todos os criadores a gerir melhor as suas séries e episódios no Watch, o serviço de streaming lançado este Verão pela empresa de Mark Zuckerberg. É de salientar que a app funciona tanto para páginas como para perfis pessoais da rede social.

Entre as funcionalidade existentes, destacamos aquelas que consideramos essenciais:

  1. Novas ferramentas que permitem ao utilizador adicionar introduções costumizadas e stickers aos seus vídeos live;
  2. Uma caixa de entrada unificada com os comentários do Instagram e Facebook, bem como as mensagens privadas do Messenger (algo que o Facebook está a apresentar desde Fevereiro nas páginas);
  3. Insights que se afiguram relevantes dentro da app, o que vai dar aos criadores de conteúdo mais dados relativos ao engagement e dados demográficos (e que por consequência irá melhorar a optimização da página).

Adicionalmente, o Facebook está a desenvolver, também, o website Facebook For Creators, que servirá como um “hub” online com dicas para criar e editar vídeos. Para além disso, esta página também providencia uma lista de exemplos para inspirar este tipo de influencers.

O que significa isto para o marketing?

Como podemos concluir, estas são boas notícias para todos os criadores de conteúdo audiovisual (e para as marcas com quem trabalham), na medida em que passarão a ter mais uma plataforma para publicar, de forma profissional, os seus conteúdos. Muitos deles poderão, inclusive, migrar definitivamente para o Facebook, investindo na rede social e deixando o YouTube (que, no último ano, foi alvo de bastantes críticas em relação ao seu algoritmo e à monetização de conteúdos).

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

O mundo digital tem tanto de complexo como de interessante, mas não te preocupes que estamos cá para te guiar.
Descobre os nossos serviços de gestão de redes sociais.

Saber Mais

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário