Gestão Redes Sociais

Criação de Marca

Desenvolvimento de Website

Criação de Conteúdos

En

Contacte-nos

O aproveitamento dos anúncios do SuperBowl pelas redes sociais

Comunicação Digital | 6 Fevereiro 2017 | Miguel Menaia

Apesar de a sua visualização não ser tradição em Portugal, o Super Bowl suscita o interesse de muitos profissionais do marketing e publicidade. Afinal de contas, é o evento onde os maiores anunciantes do mundo investem. O intervalo do jogo de futebol americano já está incorporado na rotina de quem acompanha o desporto e as marcas, atentas que estão a esse fenómeno, chegam a pagar 3.8 milhões de euros por um anúncio de 30 segundos. De acordo com o The Wall Street Journal, o investimento nestes anúncios aumentou 75% na última década, com as marcas a apostar cerca de 10% do seu orçamento anual nesta noite.

As empresas que têm a oportunidade de figurar no intervalo do Super Bowl usufruem do evento para dar asas à sua criatividade, desenvolvendo e executando estratégias capazes de promover o engagement para além da televisão. E tendo em conta a importância das redes sociais no nosso quotidiano, podemos ver que o paradigma está a alterar-se, pelo que as marcas têm que estar em todas as frentes. É verdade que esta noite junta, em média, mais de 110 milhões de pessoas em frente à TV, mas acreditamos que muitas mais estarão a acompanhar online.

No ano em que celebra a sua quinquagésima primeira edição, eis os melhores anúncios televisivos do Super Bowl de 2017 – e o aproveitamento, nas redes sociais, das marcas que os desenvolveram.

1. Netflix (Stranger Things)

Uma das séries mais populares do ano passado teve, como seria de esperar, direito a um anúncio no Super Bowl. A continuação da série foi anunciada ontem na televisão, em prime-time, e o buzz gerado pelas primeiras imagens da nova temporada (a segunda) continuou nas redes sociais. Com cerca de 20 milhões de visualizações no Facebook em menos de 24 horas, e com mais de 640 mil interações (entre likes, comentários e partilhas), este post mostra – e bem! – que Stranger Things é um autêntico fenómeno  da internet, como aliás já aqui escrevemos.

Não deixa de ser curioso o facto da Netflix, que é uma plataforma digital de online streaming, aproveitar a televisão (um meio tradicional) para se promover e chegar  às massas.

2. Google (Google Home)

À semelhança do que aconteceu com a Netflix, também a Google aproveitou o facto da televisão ser um meio de massas para, em prime-time, anunciar o seu novo produto: o Google Home. O speaker activado por controlo de voz conseguiu um lugar de destaque no intervalo do jogo de futebol americano, pelo que o seu anúncio tem sido considerado pela crítica como satisfatório, contando com mais de 302 mil visualizações no YouTube.

Não obstante, e numa nota curiosa, alguns gadgets foram activados ontem, ao escutarem via TV o “Okay Google”, isto é, o comando de voz que activa o aparelho.

3. Wix

A Wix, conhecida plataforma de construção de websites, surpreendeu os mais desatentos com este anúncio, por muitos considerado o grande vencedor do Super Bowl (a par da equipa vencedora, claro está). Com Jason Statham como protagonista, a narrativa é contada em apenas 30 segundos, muito embora tenha tido um grande investimento por parte da empresa – bastando para isso ver, por exemplo, a quantidade de efeitos especiais presentes no anúncio.

Saliente-se que a empresa apostou fortemente nas redes sociais para difundir este conteúdo, sendo que esteve atenta ao antes e ao pós-jogo, que opôs os New England Patriots aos Atlanta Falcons.

4. Hyundai

A Hyundai arriscou nesta 51ª edição do Super Bowl, fazendo o seu anúncio quase em directo, logo após o evento ter terminado. A conhecida marca de carros aproveitou o decorrer do jogo na sua estratégia de marketing, passando a mensagem para as tropas Norte-Americanas que, à falta de estarem no estádio, puderam ver os New England Patriots e os Atlanta Falcons com a sua família (através de uma câmara 360º).

O vídeo publicado no Facebook recebeu 71 mil interacções e conta, à data de redacção deste artigo, com mais de 4 milhões de visualizações.

5. Audi (#DriveProgress)

Ao pensarmos em igualdade de género, podemos não pensar logo na Audi.  Contudo, a conhecida marca de automóveis passou uma mensagem bastante impactante no último domingo, ao iniciar a campanha #DriveProgress. O anúncio, onde uma menina faz uma corrida de carros contra vários rapazes, fala por si próprio. Em menos de 24 horas, angariou mais de 2 milhões de visualizações no Facebook e cerca de 7 mil partilhas. 

Como aproveitar o evento sem estar nele? O Cards Against Humanity explica

Já aqui falámos da criatividade presente no jogo Cards Against Humanity, mas ontem o “party game for horrible people” voltou a ser disruptivo e a testar os limites. A empresa aproveitou o Super Bowl para criar brand awareness sem realmente ter lá colocado um anúncio. É inusitado mas altamente eficaz, sobretudo numa altura em que se fala bastante de fake news.

Este fake ad – onde uma batata é filmada com a descrição Advertisement (Publicidade) – tem tanto de genial como de péssimo, sendo precisamente por isso que resultou. Os anúncios que figuram no Super Bowl são geralmente emocionalmente fortes e muito apelativos ao olhar, e muitas vezes contando até com a aparição de celebridades, como Jessica Simpson. “Inverter [esta] situação fez parte da nossa estratégia”, pode ler-se neste post no blog da empresa.

O mundo digital tem tanto de complexo como de interessante, mas não te preocupes que estamos cá para te guiar.
Descobre os nossos serviços de gestão de redes sociais.

Saber Mais

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário