Gestão Redes Sociais

Criação de Marca

Desenvolvimento de Website

Criação de Conteúdos

En

Contacte-nos

Os 6 grandes acontecimentos da Google I/O 2017

Comunicação Digital | 19 Maio 2017 | Miguel Menaia

Começou na passada Quarta-feira, na Califórnia (EUA), a 10ª edição da conferência para programadores da Google. No I/O (de “Input/Output”) de 2017 fala-se do futuro da Realidade Virtual (VR) e traçam-se caminhos para o Android, para o Google Assistant e para o Google Home.

Tendo a conferência findado, elaborámos um artigo com as principais novidades que a Google apresentou aplicadas ao marketing digital.

Android ultrapassa os 2 mil milhões de dispositivos mensais activos

O crescimento do sistema operativo continua. O CEO da Google, Sundar Pichai, revelou na sua palestra que o Android já ultrapassou os 2 mil milhões de dispositivos mensais activos – o que incluí smartphones, tablets, smarwatches, SmartTVs e outros gadgets que são baseados neste sistema operativo.

Estes dados afiguram-se importantes para as marcas que querem, por exemplo, criar uma aplicação para mobile. Analisando o mercado dos sistemas operativos, poderão perceber onde será mais viável apostar.

 

O Google Lens vai revolucionar o mercado através da AI

A promessa da empresa é simples: analisar o mundo que nos rodeia através de uma nova funcionalidade que está presente na câmera do nosso smartphone. Nesse sentido, a Google Lens vai identificar e analisar os vários objectos ao nosso redor, providenciando-nos informação útil sobre (quase) tudo.

Para além disso, caso tenhamos um Android também iremos conseguir, num futuro próximo, ligar-nos a redes de Wi-Fi apontando o smartphone para as credenciais de log-in da rede. Parece magia, mas tem outro nome: chama-se Inteligência Artificial. 

A Google torna-se, assim, na primeira empresa a adicionar inteligência artificial à câmera de um smartphone, indo para além além das funções básicas como o reconhecimento de imagem e os filtros faciais (algo que o Instagram, por exemplo, já faz a uma escala menor).

O Assistente da Google chega ao iPhone

O sistema operativo iOS irá ter uma aplicação da Google cujo download poderá ser feito para iPhone e iPad. Nesse sentido, os utilizadores da Apple vão poder usufruir das funções do Google Assistant – o assistente pessoal que anteriormente apenas existia em Android – através da app.

O assistente da Google não vai, contudo, substituir a Siri (que está instalada nativamente nos dispositivos Apple).

Saliente-se também que esta funcionalidade vai estar disponível para a versão 9.1 ou superior do iOS.

Google Photos irá remover automaticamente objectos indesejados nas fotografias

No I/O deste ano ficámos a saber várias novidades sobre esta aplicação da Google. A partir de agora, o Google Photos irá recomendar a partilha de fotografias com as pessoas que reconhece na imagem, algo a que empresa chama de Suggested Sharing.

Para além disto, e no que diz respeito ao futuro, a empresa garante ter desenvolvido um software que remove objectos indesejados nas fotografias. Como tal, não daqui a muito tempo os utilizadores terão a oportunidade de melhorar as suas imagens, apagando literalmente da fotografia aquilo que não querem.

Estão a chegar novos headsets de Realidade Virtual

As ambições da Google em relação ao VR são tantas que, nesta conferência, ficámos a saber que a empresa está a desenvolver, juntamente com os seus parceiros Lenovo e HTC, headsets de VR que não necessitam de smartphones nem de PCs para funcionar. Este produto será um standalone que, tal como o nome indica, não necessita de quaisquer dispositivos externos.

O headset analisará o espaço da realidade virtual com algo que a Google chama de “WorldSense”, uma tecnologia proveniente do sistema de realidade aumentada Tango.

Porém, ainda não se sabe quando é que, efectivamente, a empresa irá lançar o headset, mas espera-se que seja brevemente.

Novo chip da Google vai tornar o AI acessível a mais pessoas

Na quarta-feira passada, a gigante de tecnologia anunciou a segunda geração do seu chip personalizado, o Tensor Processing Unit. Esta peça de hardware – de seu nome Cloud TPU – está optimizada para executar algoritmos de deep learning (uma ramificação de machine learning), tornando acessível a mais pessoas a criação de conteúdo relacionado com AI.

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

O mundo digital tem tanto de complexo como de interessante, mas não te preocupes que estamos cá para te guiar.
Descobre os nossos serviços de gestão de redes sociais.

Saber Mais

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário