En

Contacte-nos

Os novos Mandamentos do Content Marketing

Comunicação Digital | 21 Junho 2019 | Rafael Venâncio

Qual é a fórmula secreta para que os teus conteúdos sejam os melhores em todas as plataformas? Não existe uma resposta certa! O que temos para ti é uma lista de “mandamentos” que deves seguir para melhorares consideravelmente o tipo de conteúdos que crias.

O que é o Content Marketing em breves palavras

É uma estratégia que prioriza o desenvolvimento de uma relação entre marca e potencial comprador, para mais tarde tentar “vender” algo. É importante primeiro darmos a conhecer a nossa marca: os nossos valores, do que somos capazes, que estamos atentos às tendências, que a nossa palavra é relevante e que temos voto na matéria. Temos de conquistar a sua confiança e interesse, para que eles se possam interessar pelo que temos para oferecer. Isto é conseguido através da criação de conteúdos com valor, relevantes e consistentes. Sabe mais sobre Content Marketing.

Os “Mandamentos”:

#1 – Não abusarás das keywords

É importante utilizar keywords? Sim, muito. É através de keywords (ou palavras-chave) que as pessoas vão chegar aos nossos conteúdos. Mas é muito importante utilizarmos apenas keywords que estejam efectivamente presentes ou diretamente ligadas aos nosso conteúdos, caso contrário o feedback poderá ser negativo. Existe a prática, incorreta, de alguns criadores de conteúdos utilizarem trending Keywords sem que sejam mencionadas ou acrescentem algo ao seu conteúdo, “pescando” pessoas que vão receber um conteúdo diferente daquele que esperavam. Isto pode levar a que as pessoas fiquem desapontadas com o conteúdo. Como resultado, adquiriste um click/impressão “oco” que não contribui em nada para o teu crescimento e possivelmente ficarás negativamente marcado na mente da pessoa que o fez. Algo mandatório é sermos seletivos com as keywords que utilizamos e procurar escolher palavras-chave com um número de pesquisas significativo (para que o nosso conteúdo tenha alcance).

Aposta em algumas long-tail keywords. Este tipo de palavras-chave são mais extensas e mais específicas, tornando a pesquisa mais pormenorizada e acabando por ter uma menor concorrência que as restantes keywords. Exemplo prático: queres comprar uns ténis para correr – se pesquisares “ténis” vão aparecer todo o tipo de ténis e outro tipo de calçado. Se começares a afunilar e pesquisares “ténis para correr” vão aparecer opções mais relevantes. Se afunilares ainda mais e pegares numa característica específica do produto, maior é a probabilidade de encontrares aquilo que realmente procuras. A tua pesquisa final será algo do género “ténis para correr com sola de gel”. Quanto mais pormenorizada for a keyword, maior será a relevância para a pessoa que chegou ao nosso conteúdo e maior será a interação com o mesmo.

#2 – Identificar-te-ás com os teus seguidores

Define uma estratégia de marca ou “voz” com que as pessoas se identifiquem. Cria uma brand voice que chegue aos “ouvidos do teu público”. Define bem como queres representar a tua marca e aquilo que queres ver associado à mesma. É importante ser coerente e manter a mesma linha comunicacional para não criar conflitos com os ideais da marca e para construir uma base de seguidores leal e relativamente estável. Distingue-te da tua concorrência. Não basta ser mais um! Tens de criar uma ligação com a tua comunidade. Se te limitares a copiar, vais ser “encostado a um canto”.

#3 – Não ocultarás

Cria confiança sobre transparência: se queres construir uma base de seguidores/fãs estável e leal, convém seres transparente e não “ocultar” nada. A “transparência é a base da confiança”, revela o que for importante e tenta evitar situações de crises nas tuas comunidades. Comunica abertamente os teus valores, alterações e atualizações no teu negócio/projeto, justifica decisões tomadas e motivos, tudo isto demonstrará que estás preocupado em “colocar as cartas todas na mesa”. A transparência funciona melhor se as pessoas conseguirem associar a marca a uma “cara”/pessoa, transforma a tua marca num arquétipo com a qual os teus fãs se identifiquem.

Bonus tip: estudos revelam que o formato de conteúdo que acaba por ser mais “transparente” é o vídeo, por isso tenta incluir alguns na tua estratégia de comunicação.

Mandamentos do Content Marketing:
#3 - Cria confiança sobre transparência.

#4 – Explorarás vários/diferentes formatos

Tenta explorar e adaptar o teu conceito/ideia a diferentes formatos e plataformas. Atenção – adaptar não é replicar! Diferentes plataformas têm diferentes “consumidores de conteúdo”. Aqui tens alguns exemplos:

-Em blogs podes alongar mais o teu conteúdo e número de imagens, podes mostrar os teus conhecimentos e provares que sabes daquilo que “vendes”;

Facebook, funciona bem uma mistura de texto e imagem, mas os vídeos são os que têm maior alcance;

-Em Instagram funcionam melhor imagens e vídeos;

-Para partilhar exclusivamente vídeos, podes apostar em plataformas como o Vimeo e Youtube.

-Para conteúdo “live”, explora plataformas como Facebook, Instagram e Periscope.

Tens ainda plataformas menos convencionais mas que estão em crescimento, como:

-O Tik Tok, é uma plataforma semelhante ao Vine em que são feitos e partilhados vídeos curtos e podes misturar com os de outros utilizadores.

Para saberes mais sobre diferentes redes sociais lê o nosso artigo anterior.

Bonus tip: não te esqueças de adaptar o teu tom de comunicação consoante a estratégia que delineaste para cada plataforma. Por vezes as marcas atingem diferentes targets em cada rede social, tendo que adaptar o tom da melhor maneira a cada uma delas.

#5 – Não te esquecerás de dar títulos aos teus conteúdos

Títulos são uma forma de o leitor não se perder ou até mesmo escolher a informação que lhe é mais relevante. Não tenhas medo de utilizar vários títulos no mesmo texto, se vires que tal se justifica. Isto acaba por tornar a leitura mais fluída, fácil e apelativa.

Mandamentos do Content Marketing:
#5 - Dá vários títulos aos teus conteúdos.

#6 – Explorarás as notícias

As notícias têm muito sumo e são uma boa base de conteúdos. São assuntos que geram um buzz maior, tendo, consequentemente, maior alcance. Convém teres critério na escolha dos assuntos que vais tratar. Estes devem ir ao encontro da imagem que estás a construir para a tua marca. Se pretendes ser um líder de opinião na tua área de negócio, não convém estares a fazer um artigo sobre “mexericos”. Cria algo útil e que te dê credibilidade!

#7 – Eliminarás aquilo com que já não te identificas

Por vezes é importante fazeres uma triagem a conteúdos antigos e eliminá-los. Este conselho é especialmente importante para marcas que estejam a apostar numa nova estratégia de comunicação e conteúdos.

Mandamentos do Content Marketing:
#7 - Eliminarás aquilo com que já não te identificas.

#8 – Não postarás em vão…

Postar por postar – conteúdos irrelevantes – só serve para ocupar espaço no feed de notícias ou no site. Sempre que publicares preocupa-te com a qualidade do conteúdo e procura interagir com a tua comunidade para receberes feedback. Um erro bastante comum é deixar comentários e mensagens por responder, para além de diminuir o alcance das publicações e dar uma má imagem da marca, “matas” qualquer vida que a tua comunidade possa ter. Uma comunidade obriga a que exista uma relação entre marca e fãs, assim como fãs com outros fãs. Um bom conteúdo gera discussão, comentários, partilhas e gostos (os gostos não são o fator mais relevante por si só). Preza por uma comunidade que interaja e estima-a!

Bonus tip: é muito importante ter cuidado com determinados conteúdos que espoletam feedback negativo, se bem que por vezes te vais ver “obrigado” a tocar neste tipo de temas.

#9 – Poderás apanhar boleia para a festa de outras marcas (mas não abuses)

Não te deves martirizar por seguir “modas” mas não faças disso rotina. As tendências são “passageiras” mais cedo ou mais tarde surge uma nova, por isso quando vires que um conteúdo está a funcionar bem numa página concorrente podes tentar “apanhar boleia” – dá um “twist” próprio, não te limites a copiar. Viste que teve resultados positivos noutras páginas, testa na tua (caso faça sentido) e analisa os resultados. Se tiver bom feedback mantém enquanto for relevante, se não tiver resultados relevantes segue para outra.

#10 – Criarás planos de conteúdos (ongoing plans)

É importante criar um plano de conteúdos com um encadeamento lógico. Cria ciclos de conteúdos, em que durante determinado período crias um conteúdo à volta da mesma temática e vai renovando regularmente. O ideal seria conseguires fazer planos de conteúdos mensais, mas se isso for simplesmente impossível começa por fazer planos semanais. Vais ter conteúdos com maior qualidade, pensados e não vais ter de stressar por teres de inventar um conteúdo à última da hora.

Bonus tip: Para te ajudar naqueles dias em que o conteúdo escasseia ou estás sem inspiração, explora efemérides e trending topics.

Mandamentos do Content Marketing:
#10 - Criarás ongoing plans.

#11 – Procurarás inspiração em diversas fontes

A inspiração não deve advir toda da mesma fonte. Vais acabar por te tornar repetitivo, esgotar rapidamente o conteúdo, ou pior, tornar-te num copycat da tua fonte! É importante explorar diversas fontes diferentes e quando menos esperares, na página mais random vais encontrar algo que te inspire.

Bonus tip: Por vezes, uma excelente ideia de conteúdo pode estar escondida numa página de Memes. Por isso, não te cinjas às fontes mainstream, alarga o teu leque de opções e sai fora da caixa.

#12 – Postarás com critério

Não me querendo repetir, é super importante teres atenção aos tipos de conteúdos que produzes. Informa-te, aplica-te e preocupa-te em entregares à tua comunidade algo de que te orgulhes, identifiques e que saibas que vai realmente ser útil. Como é óbvio, não precisas de publicar só testamentos, podes partilhar imagens ou vídeos mas convém que sejam do interesse dos teus fãs. Se tens uma estratégia de comunicação e habituas a tua comunidade a um determinado registo, não podes mudar drasticamente do nada, daí ser importante fazeres o plano de comunicação/conteúdos.

Bonus tip: Bom conteúdo, gera interesse, este resulta em gostos e partilhas. Vais começar a ver os teus conteúdos mencionados por outras pessoas e a serem inseridos noutros conteúdos. Isto vai aumentar a credibilidade e o alcance dos teus conteúdos, assim como o interesse nos mesmos. Quando deres conta, os teus conteúdos passam a ser referência para outros criadores!

#13 – Postarás com regularidade

Postar com regularidade é bom, desde que o faças com critério. Se tiveres laranjas suficientes para fazer sumo todos os dias, ninguém te impede, mas cuidado com excesso de açúcar! Postar com regularidade mostra cuidado e interesse para com a tua comunidade, e impede que página não estagne. Se publicares desmedidamente conteúdos desinteressantes e sem interações, vais perder alcance em futuras publicações, criar ruído para os teus seguidores, e acabarás por estagnar – Postar com regularidade ≠ spam!

Bonus tip: Se estás a começar a criar e a partilhar conteúdos nas redes sociais tenta publicar pelo menos 2/3 vezes por semana.

#14 – Não apressarás os teus conteúdos

Demora o teu tempo, se achas que tens um tópico interessante para partilhar leva o tempo necessário para conseguires publicar aquilo que imaginaste. Não te contentes com um “até não está mau”. Apresenta algo de que te orgulhes e que sintas que pode efetivamente ser interessante e útil para os teus fãs. É super importante que acredites naquilo que crias e partilhas!

Mandamentos do Content Marketing:
#14 - Não apresses os teus conteúdos.

#15 – Não espremerás conteúdo até ao “tutano”

Não esgotes conteúdos! Todas as tendências têm o seu ciclo de vida, por isso não convém que produzas conteúdos em demasia e seguidos sobre o mesmo tópico. Vais acabar por cansar a tua comunidade e fazer com que percam o interesse no assunto.

Bonus tip: Faz uma gestão dos hot topics de forma a que nem percas a “boleia”, nem satures os teus fãs, arranja um meio termo. Não existe um número exato de conteúdos que deves criar até que esgotes um tópico, é uma questão de bom senso.

#16 – Vigiarás todos os passos do teu “inimigo”

Descobre e estuda quem compete diretamente contigo na criação de conteúdos da tua área. Sabe que tipo de conteúdos estão a criar, com que regularidade, em que redes/plataformas estão a apostar e compara os vossos resultados. Isto é importante não só para perceber o que estão a fazer e se está a resultar, mas também para analisar os seus pontos fracos e perceber porque não tiveram sucesso num determinado tipo de conteúdos.

Mandamentos do Content Marketing:
#16 - Vigiarás todos os passos do teu "inimigo".

#17 – Criarás ligações entre conteúdos, apenas se for relevante

Aproveita os teus conteúdos para promover outros conteúdos. Cada post/artigo/vídeo é uma oportunidade que tens para interagires com novos fãs e é muito importante fazer referência quer a conteúdos anteriores como a futuros que estejas a planear. Isto permite que, tanto os novos visitantes saibam que tens mais para oferecer, como os atuais possam rever antigos conteúdos que tenham escapado.

Bonus tip: Para além de fazeres ligação entre conteúdos, deverás aproveitar as tuas redes para fazer ligação entre elas. Faz plugs moderados, para espreitarem que conteúdos estás a partilhar nas outras plataformas.

Mandamentos do Content Marketing:
#17 - Faz "plugs" moderados.

#18 – Recordarás as pessoas dos teus maiores feitos

Não é errado voltares a partilhar os teus conteúdos com maior sucesso, até é muito bom! Mostra que os teus conteúdos são relevantes, interessantes e podes criar engagement com novos seguidores e atuais que ainda não tenham interagido com o mesmo.

#19 – Farás a pergunta certa aos teus seguidores

A pergunta certa mostra aos teus seguidores que os ouves e estás atento às suas preocupações. Com isto terás um maior engagement e criarás uma comunidade mais leal. Tenta que os teus seguidores se sintam importantes e que tenham voto na matéria.

Bonus tip: Se tiveres uma comunidade coesa, faz polls ou pede para responderem nos comentários, para saber que tipo de conteúdos querem que sejam feitos a seguir.

Mandamentos do Content Marketing:
#19 - Farás a pergunta certa aos teus seguidores.

#20 – Converterás os teus seguidores/fãs/leitores em compradores

Este é o último passo deste processo. Agora que já tens uma base de seguidores leal, chega a altura de “pagar a conta”. Demos a conhecer a marca, criámos uma imagem/voz com o qual a nossa comunidade se identifica, tornamo-nos líderes de opinião na nossa área, somos respeitados pela concorrência, estamos atentos a tendências e estamos presentes em diversas plataformas. Agora que conseguimos captar a atenção dos nossos potenciais consumidores e conseguimos ganhar a confiança deles, estaremos mais bem posicionados na mente deles no momento de decisão de compra.

Bonus tip: Depois de converteres um seguidor em cliente tens de continuar a trabalhar a “relação”. É importante conquistar novos clientes mas ainda é mais importante manter os atuais.

Conclusões Principais:

Primeiro que tudo, define bem a estratégia de comunicação: como queres que as pessoas vejam a tua marca e para que pessoas queres comunicar. Depois disso adapta a tua comunicação ao teu público-alvo. Cria uma base de seguidores regulares e leais, assente em publicações regulares e criteriosas. Não publiques a mais nem a menos, cria um meio termo para que não a tua página não estagne. Ouve a tua comunidade e crie conteúdos relevantes para a mesma. Analisa a tua concorrência, tira ideias e vigia as suas jogadas. Por fim, transforma os teus seguidores nos teus futuros compradores, sobe degraus no seu consciente até seres top of mind da tua categoria de produto.

Esperamos que estes “mandamentos” te ajudem a obter melhores resultados. Se já tinhas começado a seguir estes passos, muito bem, vais num bom caminho!

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário