En

Contacte-nos

Será o Pinterest a “Next Big Thing” das redes sociais?

Gestão de redes sociais | 5 Julho 2016 | Pedro Rosa

2010 foi um ano profícuo para o aparecimento de redes sociais, nomeadamente para o Instagram e para o Pinterest. Contudo, se a primeira rede fez o seu caminho e conta hoje já com mais de 400 milhões de utilizadores, o Pinterest está ainda a caminhar para o reconhecimento à escala global. Mas desengane-se quem pensa que esta rede social não tem qualquer tipo de sucesso: actualmente, conta com mais de 100 milhões de utilizadores activos.

Mas para que serve, no fundo, esta rede social? Basicamente, o Pinterest é um pinboard online que permite aos utilizadores organizar e partilhar tudo aquilo que encontram na web, podendo também procurar pinboards criados por outras pessoas. Assim sendo, esta rede conecta todos aqueles que se interessam pelos mesmos tópicos.

Avaliado em 11 mil milhões de euros, o Pinterest foi fundado em 2010 por Ben Silbermann e outros dois programadores, tendo sido considerado logo em 2011, pela revista TIME, como um dos 50 Melhores Sites desse mesmo ano. O que o torna tão interessante é o facto de dar a descobrir ao utilizador conteúdo e produtos até ao ponto destes serem comprados, melhor do que qualquer outra plataforma actualmente.

Ian Schafer, fundador da agência digital criativa Deep Focus, referiu num artigo publicado no Bussiness Insider que “muitas pessoas observam mais tráfego no seu conteúdo a vir do Pinterest do que do Twitter, por exemplo. Claramente, este site é uma plataforma de descoberta de conteúdo para milhões de pessoas. E muito embora os anunciantes se foquem apenas no branded content, o Pinterest também deveria estar na sua lista de considerações, uma vez que pode levar a um consumo significativo e altamente segmentado desse mesmo conteúdo“.

Relativamente aos utilizadores presentes na rede social, é importante salientar que a sua maioria são mulheres (80%), ao passo que os homens representam apenas 20% da totalidade dos utilizadores. Entre as mulheres, a sua maioria (28%) tem idades compreendidas entre os 35 e os 44 anos de idade, o que pode ajudar a explicar a forte presença do tópico Moda, já que este é o público em que as marcas do sector mais investem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O Pinterest enquanto SEO

Divulgar um produto neste site providencia uma oportunidade única para o tornar mais partilhado, amado, e até comprado. Mas primeiro, é preciso que seja reconhecido.

A barra de pesquisa é uma das funcionalidades mais utilizadas no Pinterest. Nesse sentido, para que uma conta, pin e pinboards sejam vistos (e clicados),  a necessidade de os optmizar por keywords é clara. Saliente-se também o facto de os boards do Pinterest até aparecerem em motores de pesquisa como o Google (sendo que, a título de curiosidade, mais de 70% dos trabalhadores desta rede social trabalharam anteriormente nesta empresa, o que pode ou não ser uma coincidência).

Como tal, utilizar hashtags, verificar a conta no site, colocar as palavras-chave nas descrições dos boards/pins, ou linkar directamente para o site da empresa,  podem ser algumas dicas importantes para tornar reconhecida uma marca no Pinterest.

Pode dizer-se, no fundo, que esta rede social tem uma componente visual muito forte, agregando todos os conteúdos importantes sobre um determinado tópico, o que faz com que seja tão apetecida para algumas marcas.  Embora não tenha a dimensão de outras redes sociais, e embora seja mais utilizado nos EUA (68.6% do total de utilizadores), o Pinterest deve ser considerado como uma rede importante e potencialmente parte de uma completa estratégia de marketing digital.

[download file=”https://www.van.pt/wp-content/uploads/2016/05/Os-10-desafios_blogdownload.pdf” title=”Os 10 desafios  mais comuns do marketing nas redes sociais”]

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário