En

Contacte-nos

Como seguir hashtags no Instagram: boas práticas e recomendações

Gestão de redes sociais | 15 Dezembro 2017 | Miguel Menaia

O Instagram anunciou, recentemente, a possibilidade de seguir hashtags específicas na sua plataforma, tal e qual como se de um perfil se tratasse.

Segundo a rede social, “seguir uma hashtag é como seguir um amigo. Para começar, basta pesquisar sobre um determinado tópico que suscite interesse e, posteriormente, segui-lo. A partir de aí, no feed de notícias aparecerão os top posts relacionados com essa hashtag, bem como as Stories mais recentes. É de salientar que, tal como o que acontece com um perfil, o utilizador pode deixar de seguir uma hashtag sempre que quiser“.

 

Esta nova funcionalidade expande, assim, o potencial da rede social enquanto ferramenta de pesquisa. É óbvio que, enquanto utilizadores da plataforma, conseguiremos sempre pesquisar sobre conteúdos relevantes via Explore (o tab do Instagram cujo ícone é uma lupa); todavia, o facto de podermos seguir hashtags não só credibiliza esse tipo de elemento, como também ajuda as pequenas comunidades a sobressaírem.

A parte má desta nova funcionalidade é, talvez, aquilo que a tornou relevante para os utilizadores: a sua popularidade na rede social. Hashtags com uma grande tracção vão exigir um esforço extra do algoritmo do Instagram, que vai filtrar, da melhor maneira possível, conteúdo inadequado para o News Feed de cada um de nós.

Não obstante, e regressando ao tema das comunidades, esta nova ferramenta fará, em teoria, com que o conteúdo esteja mais segmentado. Em vez de as marcas utilizarem, por exemplo, a hashtag #flowers, poderão ser mais específicas e escreverem #yellowroses, o que fará com que as pequenas comunidades se aproximem mais de tags de nicho.

Como é que a possibilidade de seguir hashtags vai melhorar a User Experience?

Seguindo a perspectiva da rede social, esta nova funcionalidade vai fazer com que os utilizadores consumam mais conteúdo – que é o que, no fundo, qualquer rede social pretende. Expandindo os horizontes aos utilizadores, o Instagram mostra-lhe mais daquilo que a plataforma tem para oferecer.

Sabe-se também que a empresa de Mark Zuckerberg está a desenvolver uma ferramenta de “Publicações que talvez gostes”, o que adiciona valor ao conteúdo de terceiros.

A possibilidade de seguir novas hashtags abre portas aos marketers, já que agora poderão, por exemplo, redirecionar uma audiência para uma hashtag promocional.

Ainda é cedo para tecer comentários sobre esta ferramenta, mas consideramos que o consumo que conteúdo em hashtags está prestes a mudar, e isso abre uma janela de oportunidade para qualquer marca. As campanhas digitais que têm por base uma determinada hashtag poderão melhorar, na medida em que a exposição deste elemento é, agora, maior.

Se quiseres estar a par das novidades do mundo do marketing digital e redes sociais, subscreve o nosso Auto-Rádio.

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário