Gestão Redes Sociais

Criação de Marca

Desenvolvimento de Website

Criação de Conteúdos

En

Contacte-nos

Vão acabar as fronteiras digitais na União Europeia

Comunicação Digital | 10 Fevereiro 2017 | Miguel Menaia

A Comissão Europeia, o Parlamento Europeu e o Conselho da União Europeia alcançaram recentemente um acordo informal relativo à regulação dos preços grossistas do roaming. O uso crescente da internet móvel e as fronteiras físicas cada vez menos acentuadas ditaram, assim, o adeus a esta tarifa. De acordo com Andrus Ansip, Comissário Europeu com o pelouro do mercado único digital, “esta era a última peça do puzzle“, pelo que a partir de Junho de 2017 os consumidores finais passarão a usar, nos vários Estados-membros, os mesmos tarifários que têm nos seus países.

Para além disso, os Europeus conseguirão, enquanto viajam pela União Europeia, manter as suas subscrições online – algo que anteriormente, devido a determinadas restrições, se alterava de país para país. Serviços de filmes, música e séries (presentes em plataformas como o Netflix, o Spotify ou o YouTube) não estarão agora sujeitos à localização geográfica, tornando-se assim globais. Nesse sentido, passará a ser possível ver, em suportes digitais, canais televisivos que outrora eram exclusivos de determinado país (como a RTP, cuja RTP Play estava bloqueada fora de Portugal).

No futuro deixaremos de ter, à partida, problemas como este:

“Este é um passo bastante importante para eliminar as barreiras no Mercado Único Digital”, refere Ansip.

Estima-se que estas novas regras estejam totalmente implementadas até ao ínicio de 2018, caso todas as instituições concordem.

 

O mundo digital tem tanto de complexo como de interessante, mas não te preocupes que estamos cá para te guiar.
Descobre os nossos serviços de gestão de redes sociais.

Saber Mais

Partilhar:

Deixa o teu comentário:

Responde a este comentário